Este conteúdo não recebe atualizações, pois é referente a uma versão do sistema que foi descontinuada. Acesse a documentação da versão 5.8.11 aqui

Equivalências (Agrupamento) para gerar o C.I.F. por centro de custos

Conceito      

Esta tela tem como objetivo agrupar os centros de custos diretos em diferentes grupos. Onde os centros de custos podem possuir os mesmos valores.

Processo       

Equivalências (Agrupamento) para gerar o C.I.F. por centro de custos
Para utilizar o agrupamento de centro de custos, é necessário possuir uma tabela de equivalências cadastrada na tela F625EQC.
Esta equivalência deverá ser informada no controle de tabelas, nas tabelas do tipo "4" (Orçamento) e "31" (Valores Históricos), ambas na página "Parâmetros", campo Tabela de Equivalências de C. Custos.

Na tela de "Critérios de Distribuição", deverá ser definido o critério para os centros de custos diretos e indiretos.

Na tela F626DCD, ao "Processar" o cálculo da distribuição, o C.I.F. de cada centro de custo direto será calculado fazendo a divisão do valor dos "Centros de Custos Indiretos" pelo valor dos "Centros de Custos Diretos" ligados no mesmo agrupamento (Tabela de Equivalência).

Observação

Caso houver alguma equivalência com centros de custos indiretos com valor, e não houver centros de custos diretos na mesma equivalência, exibirá a crítica: "Na equivalência 'AAAA' existe valor em C. Custo indireto que não gerou CIF pois não há C. Custo direto".
Caso não houverem centros de custos indiretos na tabela de equivalência, porém houver valor no C.I.F. exibirá a crítica: "Existe valor em C. Custo indireto fora de equivalências que não gerou CIF pois não há C. Custo direto correspondente".

Importante

Ppara usar um componente de cálculo como C.I.F., o mesmo deve estar parametrizado na tela F620DEF, página "Componentes de Cálculo" e o componente de cálculo do C.I.F. estiver cadastrado com "Forma Atribuição Valores" igual a "2" (Por Centro de Custos).